Blog Investimento Futebol

São Paulo x Santos: clássico que pode confirmar embalo dos dois lados

Depois de muita pressão, Fernando Diniz vai ganhando respaldo no São Paulo (Crédito: Nelson Almeida/AFP)

São Paulo e Santos fazem o grande clássico do Campeonato Paulista na rodada do final de semana, neste sábado, no Morumbi. Os dois times vivem momentos de ganho de confiança e embalo após períodos de instabilidade mais cedo na temporada, e o jogo será mais uma oportunidade para avaliar se há mesmo uma curva de crescimento sustentável no trabalho de cada clube ou se os altos e baixos serão mesmo a tônica de 2020.

O São Paulo joga em casa, tem um trabalho mais consolidado e é o favorito para vencer a partida. Com Fernando Diniz, o time tem uma identidade definida, apesar de muitas vezes pecar na execução da proposta e se apresentar como uma equipe desequilibrada em campo. Ainda assim, os bons desempenhos recentes com o time titular são animadores, e têm finalmente se convertido também em bons resultados, com o time conseguindo, aos poucos, resolver o problema de nunca transformar domínio territorial em chances claras de gol.

Porém, o Tricolor ainda faz poucos gols. No Campeonato Paulista, a média de gols marcados em casa é apenas de 1,25 por partida, e a falta de pontaria dos atacantes não tem sido o único problema – muitas vezes, as chances criadas são de baixa qualidade também. Ainda assim, podemos esperar o São Paulo dominando a posse, indo para cima desde o início e pressionando o Santos. Um quarto dos gols do time no ano, aliás, saem nos primeiros 15 minutos, o que significa que é bem provável que o primeiro gol do jogo seja são-paulino. Caso consiga fazer mais de um, a vitória ficará muito próxima.

Do outro lado, o Santos tem tido dificuldades para criar chances. O time de Jesualdo Ferreira ainda parece jogar de forma pouco consistente coletivamente, com comportamentos aleatórios em campo e muito dependente de brilhantismos individuais. É algo até compreensível pelo estágio ainda inicial do trabalho do técnico português, mas que tem custado ao time: fora de casa, a média de gols marcados é só de 0,5 gol por jogo. Vale lembrar que o SPFC não terá o goleiro titular Tiago Volpi, lesionado.

Somado ao bom desempenho do São Paulo como mandante (também apenas 0,5 gol por jogo sofrido no estadual), o Santos terá que contrariar a estatística para fazer mais de um gol no Tricolor no Morumbi. A tendência é de uma partida com poucas oportunidades claras, mas o São Paulo é o favorito para sair com uma vitória magra. Em um clássico, porém, a menor mudança no andamento da partida pode ser decisiva para causar uma reviravolta no resultado.

Daniel Alves, com cinco gols na temporada, tem jogado o fino da bola no meio-campo e contribuído em todas as fases do jogo para o São Paulo. Além do camisa 10, outros destaques que podem ser apontados são Alexandre Pato (três gols), Pablo (um gol e três assistências) e Vitor Bueno (três assistências).

Do lado do Santos, o ponta Soteldo é quase sempre a válvula de criatividade que compensa a baixa organização ofensiva do Peixe. O venezuelano já soma três assistências no ano e muitas participações em lances de perigo. Outros jogadores para ficar de olho são Eduardo Sasha, autor de dois gols e uma assistência, e Carlos Sánchez, um gol e uma assistência.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *