Blog Investimento Futebol

Quem faz parte da nossa lista dos 11 melhores jogadores

Tendo em conta que somos a seleção nacional mais bem-sucedida da história das Copas do mundo, não é nenhuma surpresa o fato de que alguns dos maiores talentos do futebol mundial sejam brasileiros. O número de craques em cada era faz com que a escolha dos 11 melhores de todos os tempos seja uma tarefa difícil, mas conseguimos! O Brasil quer melhorar depois da Copa do Mundo, com muitos torcedores apostas no sucesso em quatro anos.

https://www.theguardian.com/football/ng-interactive/2018/may/30/brazils-all-time-world-cup-xi-create-your-own

Cláudio Taffarel

Taffarel é a escolha do gol já que foi o goleiro brasileiro com mais convocações na história. Entre 1988 e 1999 ele foi titular na seleção e foi convocado 101 vezes, tendo participado de três Copas do mundo. Ele era conhecido por suas habilidades de defesa e fez parte do time vencedor da Copa do mundo de 1994.

Cafu

O lateral-direito é uma certeza devido aos muitos recordes que ele bateu, incluindo o fato de ter sido o jogador mais convocado, com 142 participações. Ele foi parte integrante da seleção por 16 anos e é o único jogador na história a ter jogado em três finais de Copas do mundo consecutivas, vencendo duas delas. Cafu marcou cinco gols pela seleção nacional.

Aldair

Aldair pode não ser tão conhecido pelos torcedores de futebol quanto os outros jogadores da lista, mas ele foi um jogador incrível a título pessoal. O fato de ele agora ser membro do Hall da fama da A.S. Roma mostra a estima que ele também conquistou no que diz respeito a clubes. Ele encerrou sua carreira internacional com 81 convocações e três gols. Ele jogou em duas finais de Copa do mundo, vencendo em 1994 nos Estados Unidos e perdendo quatro anos depois na França.

Lúcio

Com participações em três Copas do mundo, nem é preciso dizer que Lúcio era um membro fundamental da seleção nacional. Ele foi convocado 105 vezes, marcou quatro gols e fez parte da incrível seleção campeã da Copa do mundo de 2002. Um fato curioso é que ele jogou como atacante nos primeiros anos, antes de se juntar ao Inter de Milão.

Roberto Carlos

Melhor jogador de defesa e ataque na história do esporte? Isso é certamente um motivo e nenhum defesa brasileiro fez mais gols pela seleção. Nas suas 125 convocações, ele marcou 10 gols e foi, sem dúvida, um dos primeiros nomes da escalação durante esse período. Roberto Carlos jogou em duas Copas do mundo e inclusive teve um papel fundamental no time campeão de 2002. Ele é lembrado por muitos pela seu incrível tiro livre em uma cobrança de falta em 1997, na França, que não dá para cansar de assistir, não é mesmo?

Como teve apenas 28 participações na seleção nacional, muitas pessoas podem não considerar Falcão como membro dos 11 melhores de todos os tempos. No entanto, o recorde dele fala por si só e ele sempre foi muito respeitado por seus companheiros. Pelé o nomeou como um dos principais 125 melhores jogadores de futebol vivos, em 2004. Ele foi outro craque que entrou para o Hall da Fama da A.S. Roma, onde os torcedores o nomearam como “Oitavo rei de Roma”.

Zico

O maestro das jogadas ensaiadas que deslumbrou os torcedores entre 1976 e 1989 tem que fazer parte do time. Ele foi um dos jogadores de meio-campo da seleção mais produtivos da história, marcando 48 gols em 71 convocações. Conhecido por muitos como “Pelé branco”, ele foi um jogador incrivelmente talentoso.  Considerado por vários como o melhor jogador do mundo entre o fim dos anos 70 e o início dos anos 80, não há dúvidas de que ele seja um dos melhores jogadores que nunca venceram uma Copa do mundo.

Roberto Rivellino

Rivellino foi um membro fundamental do time vencedor de 1970 e é considerado um dos nossos melhores talentos da história. Ele terminou sua carreira nacional com 26 gols em suas 92 convocações e agora é membro do Hall da Fama do museu do futebol brasileiro. O grande Maradona foi citado recentemente a respeito de como Rivellino foi uma verdadeira inspiração para ele conforme ele foi crescendo.

Um dos maiores talentos nacionais da história do esporte, que atuou no mais alto nível em vários lugares ao redor do mundo. Ronaldinho ganhou dois prêmios de Melhor jogador do ano da FIFA e uma Bola de ouro. Ele fez 97 jogos pelo Brasil, marcando 33 gols e tendo desempenhado um papel fundamental no time vencedor da Copa do mundo de 2002. Não há dúvidas de que Ronaldinho entra na discussão como um verdadeiro grande do futebol.

Ronaldo

Ronaldo tem que ser incluído em qualquer escalação dos melhores de todos os tempos pois ele realmente era bom. Ele foi convocado para 98 partidas pelo Brasil, marcando 62 gols, e foi membro do trio de estrelas com o já mencionado Ronaldinho e com Rivaldo, na Copa do mundo de 2002. Ele também foi incrivelmente produtivo no que diz respeito a clubes, marcando 83 vezes em 127 partidas pelo Real Madrid. Ronaldo conquistou o prêmio de Melhor jogador do ano da FIFA em três ocasiões distintas, bem como duas Bolas de ouro e um prêmio de Melhor jogador de futebol do ano da UEFA.

Pelé

Não há melhor forma de terminar do que com o jogador que é considerado por muitos como o melhor de todos os tempos. Pelé era um talento sublime, com uma capacidade natural inigualável, que fez 92 partidas pelo Brasil, marcando 77 gols. Ele participou de quatro Copas do mundo, marcou 12 gols em 14 partidas e é o único jogador que conquistou três Copas do mundo. Até hoje, Pelé é o maior artilheiro do Brasil. Ele passou a maior parte de sua carreira no Santos, onde foi o artilheiro mais produtivo. Notavelmente, Pelé marcou 1.283 gols em sua carreira e foi eleito o Melhor jogador do século, pela FIFA, em 2000.

(Pelé comemora a conquista do prêmio de “Melhor jogador do século”)

Artigos Recomendados

Compartilhe

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *