Blog Investimento Futebol

França iguala Argentina e Uruguai em títulos, sendo favorita ao tricampeonato

A seleção francesa conquistou o segundo título mundial, igualando a Argentina e também o Uruguai, ficando atrás da seleção brasileira (cinco títulos), Itália e Alemanha (quatro títulos). Portanto a França subiu um importante degrau, o que vai lhe trazer maior tradição, confiança e ainda influenciar as novas gerações, sonhando em um futuro próximo alcançar seu terceiro título mundial, pois parece estar acima dos rivais sul-americanos.

Os títulos da Argentina e Uruguai

Já fazem muitos anos que a seleção uruguaia conquistou seus títulos. O primeiro foi no ano de 1930 onde conquistou a primeira Copa do Mundo. O seu segundo título foi no inesquecível ano de 1950, onde venceu o Brasil no estádio do Maracanã. Apesar de sua grande tradição e bom futebol, o Uruguai venceu estes mundiais a várias décadas atrás, portanto apesar dos merecimentos e destaques conquistados, a seleção a muitos anos não consegue mostrar alto nível para novamente levantar a taça.

A seleção argentina conquistou seu primeiro mundial em 1978, depois disto venceu em 1986 onde foi totalmente dependente de Diego Maradona. Deste esta data a seleção se mostra carente e nunca mais conseguiu o título. O maior problema argentino é continuar sonhando com um novo Maradona, para então liderar a seleção, porém isto nunca mais aconteceu. Nesta última Copa do Mundo, o elenco apresentou sinais de fraqueza e jogou um futebol sem empolgação.

A seleção francesa é diferente

Argentina, Uruguai e França conquistaram o bicampeonato, mas a França parece ter maiores chances de conquistar o terceiro mundial, superando estas seleções sul-americanas. Os motivos são muitos, pois conquistou dois títulos “recentes” um em 1998 e outro em 2018, desta forma mostra força nos dias atuais e nas décadas recentes, diferente do Uruguai que seu último título foi em 1950. Outro bom motivo para acreditar que a França vai superar também a Argentina, é o fato de ter um elenco muito superior, pois mesmo com o destaque de Zidane em 1998, a França não se tornou dependente, mas foi renovando seu elenco, tendo então muitos destaques em todos os setores do campo. A seleção francesa ainda chegou em três finais nos últimos vinte anos, vencendo em 1998, sendo vice em 2006 e voltando a vencer em 2018, portanto pode atingir um nível ainda mais alto nos próximos anos.

Artigos Recomendados

Compartilhe

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *