Blog Investimento Futebol

Apesar de não conquistar a classificação, seleção do Qatar surpreendeu!

A próxima Copa do Mundo será no Qatar, portanto o país tenta se preparar da melhor forma para apresentar um futebol digno, tendo em vista que jogará em casa e terá grande parte da torcida ao seu lado. O país possui mínima tradição no futebol, mas em compensação é dono de grande recurso financeiro e boas intenções para rapidamente dar maior atenção para este esporte e evoluir cada vez mais rápido. 

Qatar na Copa América

Apesar de não fazer parte do continente americano, a seleção do Qatar teve a oportunidade de disputar a competição para então ganhar maior experiência internacional. Muitos esperavam que o Qatar sofresse goleadas, mas não foi isto que aconteceu, tendo em vista que na estreia empatou por 2X2 com o Paraguai, em seguida fez um bom jogo diante da Colômbia, onde perdeu por somente 1X0, sofrendo o gol nos minutos finais, e em seguida jogou de maneira competitiva diante da Argentina perdendo por 2X0. Apesar de ter conquistado somente um ponto, o Qatar ganhou experiência, deixou seu povo orgulhoso e mostrou como evoluiu rapidamente no futebol, visando sempre um bom desempenho na Copa do Mundo.

Pontos positivos

O técnico Félix Sánchez trabalhou por muitos anos no Barcelona, comandando a equipe sub-20. Depois de aproximadamente dez anos no clube, mudou-se para o Qatar, onde comandou a seleção sub-19, sub-20 e também a sub-23, até chegar a seleção principal. Portanto toda esta experiência contribuiu muito para o sistema de jogo. O Qatar também evoluiu contando com jogadores naturalizados, como Pedro Miguel Corrêa (Portugal), Almoez Ali (Sudão), Ahmed Fathy (Egito), Ali Hassan Afif (Somália), Bassam Al-Rawi (Iraque), Karim Boudiaf (França), Hamid Ismaeil (Sudão) e Assim Madibo (Sudão). Vale destacar os altos recursos financeiros, com ótimos centro de treinamentos sendo construídos, investimentos na área de tecnologia, saúde e treinamento ligados ao futebol. Os estádios estão cada vez melhores, desde o gramado até a arquibancada, deixando a população cada vez mais interessada neste esporte. Se fizermos uma comparação com o futebol feminino brasileiro, era exatamente de uma estrutura deste tipo que as meninas do Brasil precisavam, tendo um maior apoio financeiro e melhores condições de trabalho. Portanto este é mais um grande exemplo de como um esporte pode evoluir, desde que esteja realmente cercado por um trabalho sério e com recursos financeiros. 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *