Blog Investimento Futebol

Análise Do Grupo E Do Mundial Da Rússia

Análise do Grupo E do mundial da Rússia

O Grupo E do Mundial da Rússia conta com o Brasil e pode ser uma forte oportunidade de investimento no trading esportivo.

Saber mais sobre as seleções classificadas é muito importante para a tomada de decisão. Então, para garantir que você faça os melhores investimentos, trouxe uma análise precisa, seleção a seleção, do grupo E da Copa do Mundo. Confira!

As seleções que compõem o Grupo E do Mundial da Rússia

Entre os grupos da Copa do Mundo de 2018, esse é um dos que merece mais destaque, pelo menos para os brasileiros. A nossa seleção, pentacampeã do mundo, aparece como líder e grande favorita do grupo E do Mundial da Rússia. A Suíça luta para manter-se acima das expectativas depois de se classificar na repescagem.

Costa Rica e Sérvia já mostraram força em mundiais, mas a segunda se destaca pela facilidade com que passou pelas eliminatórias.

Veja abaixo uma análise detalhada de cada uma e saiba como investir no trading esportivo na Copa de 2018!

Brasil

Sob o comando de Tite, muito é esperado da seleção brasileira em relação às outras componentes do grupo E do Mundial da Rússia. O técnico apostou nos 11 titulares com Neymar na esquerda, Gabriel Jesus como central no ataque e Daniel Alves na lateral.

A questão que o Brasil deve se preocupar mais é o banco de reservas, que mostra que o progresso iniciado por Tite pode ser barrado por falta de opções.

Suíça

A expectativa de que a Suíça esteja presente em torneios grandes parece ter sido estabelecida. Prova disso é que pouco se falou da classificação dos suíços, mesmo após dois bons jogos na repescagem contra a Irlanda do Norte.

A equipe é comandada por Vladimir Petkovic. Entre as estrelas do elenco está Granit Xhaka, do Arsenal, considerado o coração da seleção suíça.

Costa Rica

Há quatro anos, quando atingiu as quartas-de-final no mundial do Brasil, a Costa Rica reforçou a qualidade de sua equipe. Agora, com Óscar Ramírez no comando, a seleção busca repetir o bom resultado das eliminatórias.

Com Bryan Ruiz, do Sporting, e Celso Borges, do La Coruña, a Costa Rica mostra qualidade e um bom esquema de formação para chegar às etapas decisivas do torneio.

Sérvia

Uma derrota em dez partidas: essa foi a brilhante campanha da Sérvia nas eliminatórias sob o comando de Mladen Krstajic.

A Sérvia mostra sinais de uma seleção envelhecida, que não conta com muitas estrelas. Aqui, vale destacar uma: Sergei Milinkovic-Savic, da Lazio. O meio-campista foi a principal arma do país nas eliminatórias e o esperado é um desempenho similar durante o torneio.

Confira mais notícias e análises sobre o Mundial de 2018 no blog Investimento Futebol!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *