Blog Investimento Futebol

Tragédia com a Chapecoense completa dois anos e clube continua buscando superação

A tragédia com os passageiros do avião da LaMia atingiu diretamente a Chapecoense, que estava em direção a Colômbia para a decisão da Copa Sul-Americana. Agora o acidente completa dois anos, trazendo tristeza mas também histórias de grande superação.

Superação dos sobreviventes, clube e da torcida

Com certeza Jackson Follmann, Alan Ruschel e Neto ficarão eternizados na história do clube, tendo em vista que estavam no voo e ainda assim conseguiram sobreviver. Follmann perdeu parte da perna direita, mas ainda assim está totalmente liga a Chapecoense, trabalhando internamente no clube. Alan Ruschel conseguiu retornar aos gramados e atuou neste Campeonato Brasileiro. Neto ainda sonha em retornar aos gramados e isto pode acontecer já no próximo ano. Diante de tudo isto o clube continua fazendo grandes esforços para a recuperação total dos seus atletas, além de tentar lidar com as dificuldades que a tragédia trouxe. A torcida que já era fanática ficou ainda mais, sempre apoiando o clube e comparecendo na Arena Condá.

Superação também dentro de campo

A queda do avião aconteceu no final de 2016 e a Chapecoense acabou sendo decretada como a campeã da Copa Sul-Americana daquele ano, se classificando então para a Copa Libertadores. O clube não mediu esforços para contratar jogadores e montar um novo elenco, visando continuar com qualidade. A equipe ficou cada vez mais caracterizada por ser um clube de superação e muita raça, levando sempre isto para dentro de campo. O que mais importa é que a Chapecoense está conseguindo lidar muito bem com tudo isto, tendo em vista que uma tragédia deste nível pode abalar totalmente qualquer clube, mas o time catarinense mostra persistência e ainda consegue se manter na elite do futebol nacional.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *