Blog Investimento Futebol

Série B e a luta pelo acesso

A segunda divisão do Campeonato Brasileiro está na reta final e muitos clubes lutam pelo acesso, sonhando em retornar a elite do futebol nacional. Portanto apesar da Série B não contar com tantos clubes de qualidade, ainda assim é esperado muitas emoções nestas últimas rodadas.

Rebaixados em 2017

A última edição do Campeonato Brasileiro terminou com tristeza para Coritiba, Avaí, Ponte Preta e Atlético Goianiense, os quais terminaram nas últimas posições da tabela classificatória. Atualmente, apenas o Avaí ocupa algumas das primeiras quatro posições, o Atlético Goianiense está na sexta posição (somente um ponto atrás da zona de classificação), o Coritiba está na décima posição (cinco pontos atrás da zona de classificação), e a Ponte Preta na décima terceira posição, que de certa maneira precisa até se preocupar com a zona de rebaixamento. Tudo isto mostra a competitividade da Série B, já que mesmo os clubes que estavam na primeira divisão em 2017, ainda mostram dificuldades para ocuparem as primeiras posições.

Favoritos ao acesso

O Fortaleza do técnico Rogério Ceni é o primeiro colocado com cinquenta e três pontos, estando quatro acima do segundo colocado, o Goiás. Estas duas equipes possuem boas chances de acesso, pois conquistaram boa vantagem para o quinto colocado. Na terceira e quarta posição, estão o CSA e Avaí, com quarenta e sete, e também quarenta e cinco pontos respectivamente. Logo atrás estão muitas equipes que lutam para então alcançarem uma vaga para a primeira divisão, então de certa forma, Guarani, Atlético Goianiense, Vila Nova, Londrina, Figueirense, Coritiba, Criciúma e Oeste possuem chances de acesso, mas precisarão ainda conquistar muitos pontos e vencer a maioria das últimas partidas.

A garantia é de que em 2019 a primeira divisão contará com mais quatro clubes guerreiros e dedicados, pois é isto que está acontecendo na segunda divisão, onde muitas equipes se entregam em campo e jogam o seu máximo, sonhando com o acesso.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *